Cirurgia endoscópica de Hérnia Discal Lombar

Atualizado: 17 de Nov de 2019

A hérnia de disco lombar é uma das doenças mais frequentes da coluna vertebral. O tratamento inicial é geralmente conservador (não-cirúrgico).


A cirurgia está indicada em casos de dor radicular (ciática) persistente, refratária ao tratamento medicamentoso e fisioterápico, bem como na presença de déficit neurológico como fraqueza no(s) membro(s) inferior(es) ou comprometimento da função esfincteriana, seja incapacidade de urinar normalmente ou incontinência fecal.


Na maioria dos casos, espera-se de 4 a 6 semanas de tratamento conservador, antes de se considerar a indicação de tratamento cirúrgico. No entanto, pacientes com ciática refratária ao tratamento com medicamentos potentes, podem ser candidatos à cirurgia mais precoce.


A discectomia (ressecção da hérnica de disco) pode ser realizada com auxílio do endoscópio, em alguns casos sob anestesia local e sedação, sem anestesia geral, proporcionando alívio das dores, com mínimo trauma tecidual e, consequentemente, menos dor pós-operatória e recuperação mais rápida.


Autor: Dr. Alécio Barcelos - Neurocirurgião, PhD

3 visualizações

Notícias e dicas de saúde

CONVÊNIOS

DO INEURO

convenios.png
convenios.png
convenios.png

Instituto de Neurocirurgia e Cirurgia da Coluna
Localizado em João Pessoa, na Paraíba. Formado exclusivamente por neurocirurgiões titulados, oferecemos qualidade no atendimento, diagnóstico e procedimentos cirúrgicos.

ineurologo.png

Mídias Sociais:

logo-ineuro.png